Teatro de Senhoritas


Seja bem vindo ao blog do Teatro de Senhoritas! À direita você encontra nosso perfil e contatos, lista de links e seguidores, arquivos e muitas fotos. Abaixo estão nossas páginas com informações detalhadas sobre cada projeto, cada espetáculo, cada senhorita e cada oficina cultural. No início você acompanha nossas postagens com o dia-a-dia das senhoritas e dicas culturais como apresentações e cursos. Mas atenção, as senhoritas não se responsabilizam por mudanças nos horários ou locais divulgados. Confira sempre a programação nos sites ou blogs específicos indicados. Fique à vontade para comentar e obrigada pela sua visita.

Celebração da Realidade


Celebração da Realidade apresenta cenas inspiradas em contos escritos por Eduardo Galeano em “O Livro dos Abraços”. A peça tem direção do cômico e mímico inglês John Mowat, muito conhecido por seu trabalho de mais de 20 anos na Companhia do Chapitô de Portugal, onde criou célebres espetáculos como ÉdipoA TempestadeO Grande Criador, entre outras adaptações cômicas de textos clássicos.
Na mesma linha dos trabalhos do diretor, abusando do sarcasmo e da visualidade, o espetáculo mantém a narrativa dos contos escolhidos que, através de uma linguagem sintética, contam fatos da história universal a partir de pequenos causos da vida cotidiana, assim como obra fonte de inspiração dessa montagem: O Livro dos Abraços. Este trata a memória como coisa viva, sua memória pessoal e a nossa memória coletiva, da América. A montagem parte das expressões de Galeano em busca de uma dramaticidade que transporte seus personagens e situações para contextos inusitados cenicamente. A encenação propõe transformar em ação a escrita, transmutando-a em narrativas ou diálogos, para assim revelar a teatralidade.
Composta por cenas curtas e sintéticas, tal qual o livro que a inspira, a peça busca o equilíbrio entre momentos narrativos e ação dramática. “O jogo cênico é totalmente revelado, as transições de personagens e cenas são feitas abertamente, depositando sobre a corporeidade e a palavra a capacidade de transformação da cena.” Descreve Sandra Pestana.
“As histórias trazidas por Eduardo Galeano relembram e apresentam fatos, mostram que os acontecimentos que aconteceram lá, podem também acontecer cá; acontecimentos históricos que interferem na vida privada; vida íntima que modifica fatos políticos. Desta forma, transformar os contos em cenas é um meio de vivificação de nossa memória americana que nos convida a refletir sobre nosso protagonismo e pertencimento na construção da História.” comenta Isis Madi
O diretor, ator, mímico, escultor e cômico John Mowat, conduz com primor a conexão entre palavra, corpo e espaço, explorando as potencialidades físicas dos intérpretes. Em sua experiência como diretor, em especial da Companhia do Chapitô (Portugal), o modo como trabalha para que corpos e palavras se apropriem uns dos outros, em uma cena sem mais elementos cenográficos do que as panagens do teatro e com figurinos absolutamente cotidianos, evidenciam a enorme capacidade de síntese do diretor.
Celebração da Realidade é co-produzida pelo Teatro de Senhoritas e pela Périplo Produções que realizaram esse projeto a partir de recursos próprios.

FICHA TÉCNICA


Direção e Encenação: John Mowat
Elenco: Isis Madi e Sandra Pestana
Assistente de direção: Bruno Garcia
Trilha Sonora Original: Paulo Kishimoto
Mixagem de som: Ivan Gomes
Iluminação: Bruno Garcia
Cenografia: Marcelo Andrade e Teatro de Senhoritas
Figurinos e Execução de Cenário: Sandra Pestana
Assistente de Figurinos: Heidi Monezzi e Mariana Mattar
Adereços: Heidi Monezzi, Matias Arce, Renan Bal-Heitz, Felipe Ikehara
Cenotécnico: Zé Valdir
Confecção de Figurinos: Judite Lima e Benê Silva
Colaboração: Débora Zamarioli, Clara de Cápua, Fabrício Licursi e Letícia Liesenfeld
Operação técnica: Matias Arce
Fotos: Otávio Dantas
Programação Visual: Criss de Paulo /Arca Ilustrada
Assessoria de imprensa: Pombo Correio
Produção Executiva: Gustavo Valezi e Mariana Novais
Direção de Produção: Pedro de Freitas
Produtores Associados: Teatro de Senhoritas e Périplo Produções

Nenhum comentário:

Postar um comentário